Datena

Datena: “Fui um péssimo pai”



O jornalista afirmou que foi um pai ausente com os cinco filhos. E justificou que a profissão tomou boa parte de seu tempo na vida pessoal.

“Fui um péssimo pai por força da profissão, porque tive que viajar a vida inteira, ganhava muito mal. Tive que viajar e ficava mais tempo fora do que dentro de casa. Então, eu fui muito relapso na educação dos meus filhos. Se eu não ajudasse na educação deles, eu estava completamente perdido”, disse.

“A gente aprende muito com os erros dos filhos, que são nada mais do que a projeção dos [próprios] erros, dos seus ensinamentos. Agora eu aprendi muito com isso. Hoje eu me considero um pai muito legal”, completou.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.