Famosos

José Mayer é contra a traição: “Desrespeito geral pelo outro”



No ar como o Tião Bezerra de “A Lei do Amor”, o primeiro vilão de sua carreira, José Mayer declarou ao jornal “Extra” que um personagem do tipo fazia falta em sua trajetória profissional.

“Minha carreira ficou um pouco confinada aos tipos galãs e heróis. Mas Tião Bezerra não é o mauzão dessa história, não, há outros. Minha expectativa é mostrar um vilão não maniqueísta, com feições humanas. Um cara que pode se perder na multidão entre as pessoas normais, comuns”, afirmou.

O ator disse que vem decorando muito texto para a trama e que estava desacostumado com isso. “Todos os atores que admiro são incrivelmente dedicados ao trabalho. Marília Pêra, Fernanda Montenegro e Paulo José são meus modelos, são gente que não fica na dependência da inspiração. É um grande esforço, uma carpintaria mesmo”, avaliou.

Conhecido por viver muitos mulherengos na TV, Mayer falou que considera a traição um desrespeito geral pelo outro. “É o rompimento de um pacto importante, que pressupõe respeito e fidelidade. Eu acho esse pacto muito valioso. Estou casado há 41 anos [com a atriz e produtora Vera Fajardo], por isso digo”, concluiu.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.